Isso me lembra uma lenda que ouvíamos sobre o vestibular da UnB, onde a redação de um candidato (o tema era sonho, despertar, amanhecer ou algo assim) era a página inteira repleta de “tic-tac, tic-tac, tic-tac…”, finalizando com um “triiiiiiiiim!”.

Anúncios