Os chefs Thomas Troisgros e Fábio Barbosa tinham combinado um jantar em 5 etapas, criado a quatro-mãos, a ser realizado no restaurante 66 Bistrô/RJ. No domingo à noite eles me mandaram uma mensagem: “já que você está à toa, não quer vir ajudar no evento?”. Obediente que sou, lá fui eu participar dos jantares que aconteceram nos dias 17 e 18 de maio. Veja os pratos executados:

Pra começar, um pisco sour como welcome-drink: 3 partes de pisco (peruano, por favor!), 1 parte de suco de limão, 1 parte de goma de açúcar, gotas de angostura.

Entrada fria: cebiche clássico de peixe branco com muuuito leche de tigre.

Entrada quente: risoto de brie com Parma e rúcula, finalizado com um fio de azeite trufado.

1º Prato: maciíssimo tentáculo de polvo com salsa anticuchera, batatas rústicas com chimichurri de ajíes.

2º Prato: magret de canard ao molho de uva Aurora, purê de lúcuma e laranja confitada.

Sobremesa: parfait de chirimoya, salada de laranja e huacatay, tuille de amaranto.

Time da cozinha: eu, José Clotanildes (sous-chef do La Mar/SP), Thomas Troisgros (atualmente chef do Olympe/RJ), Fábio Barbosa (chef do La Mar/SP) e Cristiano Ramalho (chef do 66 Bistrô/RJ).

Anúncios