Esta é Brasília, a cidade planejada que tem o formato de um avião e que é contornada pelo Lago Paranoá. Ao longo da Asa Sul existe um parque que a margeia: é o Parque da Cidade, outrora chamado Parque Rogério Pithon Farias. É a versão candanga do Parque do Ibirapuera, também com um lago interno, ciclovia, estações de malhação, e intensa utilização por parte da população.

O Plano Piloto, isto é, a capital da capital do país (que vem a ser exatamente o tal avião) está com suas projeções imobiliárias praticamente esgotadas… a não ser que aumentemos o zoom do Google Earth e prestemos atenção ao retângulo vermelho da foto acima.

Esta é a Asa Norte, também repleta de prédios comerciais e blocos residencias. Mas preste atenção ao segundo retângulo vermelho, próximo a um braço do Lago Paranoá e também próximo à UnB.

Existe uma área preservada equivalente a duas quadras residenciais – o Parque Olhos D’Água, atravessado pelo riacho Talvegue  e que abriga ainda a Lagoa dos Sapos. A área foi transformada em parque público, ecológico e de lazer há 17 anos. O acesso é proibido a bicicletas, skates e patins, possuindo um circuito interno de corrida com 2,1 kms ricos em aclives e declives.

Já foram catalogados em sua fauna capivaras, saruês (uma espécie de gambá), tatus, uma espécie de pseudo-cobra, gaviões, bem-te-vi’s, sabiás e muitas outras aves. O problema que assola o parque é a super-população de quelônios (no mínimo 5 variedades), culpa de populares que abandonam seus antigos bichinhos de estimação por lá. Sem predadores naturais, as tartarugas e jabutis estão se multiplicando em alta velocidade e disputando os alimentos com peixes e outros animais.

Hoje estive lá pela primeira vez, e vejam que cena impressionante, no meio da cidade!

Você diria que está dentro de Brasília, no meio da capital federal do país?!

As características são de cerrado, mas por causa do riacho e da lagoa existe uma vegetação diferente da que enquadramos como tal. Trilhas internas do parque apresentam cenários como este, uma verdadeira floresta tropica!

Coisas de Brasília, orgulho de seus moradores.

Anúncios