Entregar uma Ferrari a um barbeiro. Vestir um cara que só apanha com o melhor kimono do mundo. Servir o melhor vinho francês a uma pessoa gripada. Comprar um computador de última tecnologia, super-turbinado, para usar como processador de texto.

Estes são pequenos exemplos do quanto se pode extrair (ou deixar de extrair) de um bem, dependendo de quem o utilize. Outro exemplo seria uma caneta-tinteiro. Nas mãos de uma pessoa comum, é pouco mais do que uma caneta que borra. Em mãos habilidosas, porém…

Anúncios