Tags

Jantar1_0Ao final do primeiro dia de programação do SAGA2012 realizamos um jantar harmonizado com vinhos da Cantu.

b

Foi um serviço em 6 passos realizado com muito suor, improviso, stress, e ingredientes chegando em cima da hora. Como sempre, o público nem chegou a perceber isso, e a noite foi um sucesso completo.

CHRISTIAN BURJAKIAN (restaurante Limonn/SP) abriu os trabalhos com uma entrada fria de camarão, legumes e molho emulsionado de azeite com laranja.

CHRISTIAN BURJAKIAN (restaurante Limonn/SP) abriu os trabalhos com uma entrada fria de camarão, legumes e molho emulsionado de azeite com laranja.

Num salão ocioso foram montadas três longas mesas servindo como praças de empratamento. Quando uma das etapas era marchada, todos os chefs e assistentes faziam um grande mutirão para produção do prato da vez.

Num salão ocioso foram montadas três longas mesas servindo como praças de empratamento. Quando uma das etapas era marchada, todos os chefs e assistentes faziam um grande mutirão para produção do prato da vez.

A entrada quente foi de JULIEN MERCIER: um cristalino consomé de legumes (vertido sobre fitas de cenoura, baby-bok-choi, cogumelos e brotos).

A entrada quente foi de JULIEN MERCIER: um cristalino consomé de legumes (vertido sobre fitas de cenoura, baby-bok-choi, cogumelos e brotos).

A etapa seguinte também foi do francês: creme de sururu com ovo em baixa temperatura.

A etapa seguinte também foi do francês: creme de sururu com ovo em baixa temperatura.

Para a etapa seguinte, o belga

Para a etapa seguinte, o belga FREDERIC DE MAEYER (restaurante Eça/RJ) trouxe a mandioca de Santa Cruz, considerada a melhor do país, e transformou em nacos crocantes.

"Paraibão"

“Paraibão”, uma licença poética do prato preferido por Gonzação, o baião-de-dois. Creme de arroz negro, crocante de aipim Santa Cruz, pata de carangueijo, emulsão de queijo coalho.

Robalo à moda cajun com

O último prato salgado da noite foi de DAMIEN MONTECER, francês de Marselha: robalo à moda cajun com caldeirada marseillaise e legumes defumados.

E o

E o belga (bi-campeão da Vejinha Rio com “A Melhor Sobremesa”) finalizou com uma beignet (chocolate com castanha e frutas secas, empanadas numa massa com cerveja, coulis de chocolate AMMA, purê e ladrilhos de maçã).

No próximo post, como foi o segundo dia de jantar.