Tags

, ,

Publicado ontem – 21.01.2013, no blog do PALADAR, caderno de gastronomia do jornal Estado de São Paulo

Header_PaladarPor Júnior Milério (Redação Paladar)

Com as prateleiras dos supermercados sempre cheias e a facilidade de encontrar (quase) tudo em qualquer período do ano, valorizar a origem de cada ingrediente é algo que tem ficado distante das preocupações do cotidiano. Mas há não muito tempo, antes de pensar no cardápio diário, ainda nos perguntávamos: é época de quê?

Voltar a considerar a sazonalidade de cada produto é um conceito que vem gerando iniciativas ao redor do mundo. Acompanhando essa tendência e com a proposta de aproximar comensais, produtores e chefs, o projeto Outstanding in the Field foi idealizado pelo chef Jim Denevan, já em 1999, nos Estados Unidos. A ideia é conscientizar a sociedade sobre o percurso de cada ingrediente. Do campo, passando pela cozinha, até chegar à mesa. Sempre com refeições onde os protagonistas são os produtos locais.

Etapa paulista do Gastronômade em 2012. FOTO: Cris Berger/Divulgação

Etapa paulista do Gastronômade em 2012. FOTO: Cris Berger/Divulgação

Com edições no Brasil desde março do ano passado, e nome aportuguesado, o Gastronômade já está com a agenda de 2013 programada. Em março, os almoços serão realizados em seis Estados brasileiros (Rio, Minas, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo), e também no Distrito Federal.

A estreia ficará por conta da chef Roberta Sudbrack, no dia 2, no Portobello Resort & Safari, em Mangaratiba, Rio de Janeiro. Em seguida, dia 9, o chef William Chen Yen recepciona os convidados no Jardim Botânico de Brasília.

Renata Runge, representante do projeto no Brasil, diz que o primeiro passo para realizar o evento é mapear produtores e chefs engajados com a valorização de produtos locais. Chen Yen, por exemplo, afirma que vai usar ervas e flores cultivadas no próprio Jardim Botânico.

Marcelo Schambeck, chef da versão gaúcha do Gastronômade, conta que está em contato com produtores da região para saber quais ingredientes serão colhidos no começo do ano. Mas garante que, no modo de preparo, vai priorizar o típico fogo de chão do Rio Grande do Sul.

Ao todo, a organização pretende realizar 15 eventos no Brasil este ano, também contemplando o nordeste, no segundo semestre, onde, até o momento, a Bahia é o único estado confirmado.

Confira todos os chefs participantes, locais, datas e valores. O preço é referente ao primeiro lote e inclui bebidas e serviço. Os ingressos podem ser adquiridos no site do evento.