Tags

, , , , , , , , , , ,

+01E aqui vem a segunda noite de Jantar Itinerante executada em Recife semana passada, no restaurante Quina do Futuro. Foi servido um menu conjunto, a 4-mãos, meu com Ivo Galvão (ex-The Loft Project e restaurante Viajante, ambos do chef Nuno Mendes em Londres).

aaa

AMUSE-BOUCHE do Ivo: cubo de cupim (cozido em baixa temperatura por 12 horas e depois selado para dar a reação de Maillard) sobre purê de berinjela, alho-poró grelhado, sunomono de rabanete, e pipoquinha de cevada.

aaa

Esta foi minha ENTRADA, a “Salada de Serpentina”, que já foi descrita no post anterior deste mesmo blog. Lá você encontra ainda um stop-motion de como foi montado o prato.

aaa

PRIMEIRO PRATO do Ivo: salmão defumado (e cozido por 12 minutos a 42ºC) “vestido” com a própria pele (cozida em dashi), purê de couve-flor, sirigado dashi, shimeji e ovas de salmão.

aaa

Velho conhecido dos leitores deste blog, o aipim-folhado deu as caras também em Recife no SEGUNDO PRATO, de minha autoria: magret de canard ao teriyaki de caju com mil-folhas de macaxeira. Por clamor da equipe, o acompanhamento foi descrito como macaxeira, ao invés de aipim. E, na correria do trabalho, perdemos o ponto de fotografar o prato completo com o pato.

aaa

Produto paraense da moda – o chocolate 100% cacau da Ilha do Combu, deu suas caras  no menu da noite.

aaa

Minha PRÉ-DESSERT: brullé de queijo-manteiga com chocolate 100% da Ilha do Combu e coulis de cupuaçu.

aaa

SOBREMESA do Ivo: toffee (caramelo) de iogurte, farofa de ginger bread, sorvete de iogurte (feito na pacojet), granité de beterraba, azeite verde de menta natural.

aaa

E a tradicional confraternização pós-batente entre brigada e comensais.

Anúncios