Tags

Na “aldeia da cerveja” você não vai encontrar Skol, Bohêmia, Devassa, nem Stellinhas.

Funcionando há um mês em Vitória/ES, o BIERDORF traz em sua carta 243 rótulos de pão-líquido... quero dizer, cerveja.

Funcionando há um mês em Vitória/ES, o BIERDORF é uma casa especializada em pão-líquido… quero dizer, cerveja.

Na lateral do estabelecimento fica o empório, onde as mesmas cervejas podem ser compradas pra levar para casa. Quem se esmera mais um pouco e que servir a bebida no copo/taça/caneca apropriada, isso também pode ser adquirido lá.

Na lateral do estabelecimento fica o empório, onde as garrafas podem ser apreciadas e compradas pra levar para casa. Quem se esmera mais um pouco e que servir a bebida no copo/taça/caneca apropriada, isso também pode ser adquirido lá.

A idéia inicial da casa era disponibilizar 365 rótulos, de modo a poder dizer que "dá pra tomar UMA cerveja diferente por dia, o ano todo, SEM repetir".

A idéia inicial da casa era disponibilizar 365 rótulos, de modo a poder dizer que “dá pra tomar UMA cerveja diferente por dia, o ano todo, SEM repetir”. Por questões de logística e confiabilidade de abastecimento isso teve de ser revisto. De qualquer forma, são 243 rótulos efetivamente disponíveis tanto para consumo quanto para take-out, e, em breve, também num tele-entregas.

Os idealizadores imaginavam que o forte dos pedidos seriam os petiscos. O nível das bebidas, do público, e do cardápio, porém, fizeram com que o público

Os idealizadores imaginavam que o forte dos pedidos seriam os petiscos. O nível das bebidas, do público, e do cardápio, porém, fizeram com que o público desse preferência ao pratos principais. Como este, o polvo confitado com batatas e sweet-grape.

A capacidade inicial de atendimento é de 80 pax, mas irá quase triplicar quando as áreas anexas (ainda em obras) forem concluídas, inclusive com uma cozinha-show.

A capacidade inicial de atendimento é de 80 pax, mas irá quase triplicar quando as áreas anexas (ainda em obras) forem concluídas, inclusive com uma cozinha-show. Na foto, uma paleta de cordeiro desossada e acompanhada de legumes na manteiga.

A receptividade de público foi melhor do que a esperada, lotando todas as noites e nos almoços de fim-de-semana. Que tal, como sugestão, uma rabada com angú?

A receptividade de público foi melhor do que a esperada, lotando todas as noites e nos almoços de fim-de-semana. Que tal, como sugestão, uma rabada com agrião e angú?

O chef da casa é Alessandro Eller (também apresentador de TV e coordenador no curso de Gastronomia da UVV).

O chef da casa é Alessandro Eller (também apresentador de TV e coordenador no curso de Gastronomia da UVV), sem bandana na foto. O sous-chef e a chef Luciana (nas pontas) foram meus alunos no módulo da pós-graduação da UVV.

Nos almoços sempre tem uma "sobremesa do dia". O meu foi um ótimo brullé de creme de milho.

No almoço sempre tem uma “sobremesa do dia”. O meu cahou de ser um ótimo brullé de creme de milho.

Pra beber?

Pra beber? Cerveja, cerveja, e… CERVEJA!!! Além das engarrafadas há uma boa seleção de chopps importados, além de uma linha inteira da casa, criada por um dos sócios, o mestre-cervejeiro Flávio Baroni.

Seja para comer, seja para tomar uma BOA cerveja, ou (melhor ainda), acompanhar uma com a outra, fica minha dica imperdível para Vitória: BIERDORF!!!